O impossível é apenas aquilo
que ainda não se tentou fazer.

O meu nome é Raquel Abreu.

Uma das ideias que melhor me define é a de uma pessoa que superou, contra todos os prognósticos médicos, uma doença grave e incapacitante. A falta de conhecimento científico sobre a doença que tinha levou-me a mudar para Londres onde permaneci cinco anos. Dediquei-me de corpo e alma à pesquisa de soluções médicas para a minha doença e encontrei-as.

Apercebi-me que existe em Portugal uma grande falta de apoio a doentes com patologias graves, crónicas e raras. Quando somos diagnosticados com doenças como estas ficamos desorientados, confusos e sentimo-nos muito frágeis e indefesos.

Nestas situações uma só opinião médica não chega: é preciso procurar outros profissionais, validar o que nos foi dito, saber o que se faz noutros países e ouvir testemunhos doutros doentes.

A minha experiência enquanto doente e a ajuda que dei a outras pessoas em situação semelhante fez nascer em mim, em Janeiro de 2013, a vontade de me dedicar a tempo inteiro à profissão de Patient Advocate. Desde então ajudo doentes a encontrar tratamentos para as suas patologias em Portugal e no estrangeiro.

Uma das frases que mais me motiva na vida é: “the impossible is just the untried” (o impossível é apenas aquilo que ainda não se tentou fazer).

De paciente a Patient Advocate

© Copyright Raquel Abreu - by nove